VIGILANTES EM ATIVIDADE

Campus de Rio Tinto amanhece com os vigilantes desarmados.

Depois da repercutida notícia que a UFPB ficaria sem vigilantes terceirizados, a Reitora em reunião do CONSUNI na manhã de hoje(31) informou que o serviço de vigilância acabou não sendo interrompido e que sua equipe está trabalhando dia e noite para encaminhar essa questão. Em breve sairá um comunicado oficial da Reitoria.

Segundo informações, a empresa Força Alerta foi notificada pela UFPB e estará em serviço pelos próximos 10 dias para possível negociação. Durante a madrugada de hoje, foram recolhidas as armas e ainda não foi informado se os serviços de vigilância continuarão sem as mesmas.

Complicado ficar em uma universidade onde os nossos vigilantes não possuem nenhum item de defesa, a não ser um celular para acionar a polícia quando virem algo estranho“. Fala a aluna Juliete Lizandra.

Durante esses dias a Polícia Militar poderá fazer rondas para inibir maus elementos.

(Atualizado) O trabalho dos vigilantes foi retomado com o armamento de forma completa. A empresa deverá permanecer pelo menos nesses próximos 10 dias. (Fim da atualização)

 

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.


*