SEMANA SEM AULA?

O governo federal publicou no fim da noite deste domingo (27), em edição extra do Diário Oficial, as três medidas provisórias (MPs) prometidas pelo presidente Michel Temer (MP) aos caminhoneiros, que completaram uma semana em paralisação. Porém, na manhã de hoje(28) os protestos dos caminhoneiros insistiram em continuar.

Na reunião que ocorreu mais cedo na UFPB, com reitoria e diretores de centro, foi decidido que será estendido o período de suspensão acadêmica para os dias 29 e 30, onde na quarta-feira(30) haverá uma nova reunião na UFPB para decidir o andamento dos próximos dias.

Vale lembrar que dia 31 é feriado, Corpus Christi, nos restando apenas a sexta-feira(01/06) como dia que poderá voltar as atividades na universidade. Mas tudo dependerá do fim dos protestos e dos reabastecimentos dos postos de combustíveis.

Os ônibus universitários que vem das cidades do interior deve demorar para normalizar, pois mesmo havendo sinalização se possíveis reabastecimentos dos postos de combustíveis, as prefeituras devem priorizar os serviços da secretaria de saúde e segurança pública.

Para os professores, tudo isso é muito preocupante, pois devem obedecer um calendário de atividades que já está próximo do fim.

 Reitoria deve divulgar alguma nota nas próximas horas.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*