MURO DAS LAMENTAÇÕES

Foto tirada no dia 4 de abril de 2018

O Muro das Lamentações está localizado na área ocidental de Jerusalém vem lembrando há milênios a vitória de Roma sobre os judeus. Em 70 d.C. o Muro foi demolido por Tito, em uma demonstração de força do Império Romano diante da Grande Revolta Judaica. No Brasil, nas décadas de 1960 e 1970, o movimento estudantil universitário brasileiro se transformou em um importante foco de mobilização social, existe registro na época que simbolizam muros universitários com o nome “Muro das Lamentações”.

No Campus da UFPB em Mamanguape, por causa das fortes chuvas do início de fevereiro/2018, parte do muro da universidade foi destruído. Há quase 4 meses, alunos cobram pela reforma do muro e entre outras situações estruturais que foram deteriorados com o tempo no CCAE. Por causa da demora em resolver a reforma do muro que aparentemente seria simples, alunos batizaram de muro das “Lamentações”.

Está um descaso a situação do campus IV da UFPB. Nos perguntamos, como está sendo gasto o dinheiro público? Em Mamanguape, o muro caiu e com isso podemos ver a falta de compromisso administrativo em resolver situações de inteiro abandono. ” Comenta a aluna Thatyane Santos.

Em março a Imprensa Universitária entrou em contato por e-mail com a subprefeitura sobre o problema e tivemos a seguinte resposta:

A subprefeitura do Campus IV solicitou à PU(Prefeitura Universitária), no dia 16 de fevereiro, por meio do processo 23074.007208-2018-29 os materiais necessários para os reparos no muro do CCAE, unidade de Mamanguape.
No dia 02/03/2018 parte desse material foi encaminhado ao Campus IV, mas ainda se faz necessária a chegada do que ficou faltando, para que os trabalhos possam ser iniciados pela nossa equipe. Estamos em contato com o Campus I para que o restante seja disponibilizado o quanto antes e somente a partir da entrega desse material a subprefeitura poderá estimar uma data para início e término do trabalho. ”

Na última reunião do Conselho de Centro ocorrida no dia 17/04, com participação da Reitora, a Diretora do CCAE Angeluce fez diversas cobranças ao Prefeito Universitário João Marcelo e a Reitora Margareth sobre os problemas estruturais enfrentados no Campus.

Os problemas no CCAE não se resumem apenas no muro destruído, mas em diversos setores que se tornaram defeituosos por falta de comprometimento da instituição. ” Conclui Thatyane.

O Prefeito Universitário, na oportunidade que esteve presente na reunião do Conselho de Centro, informou da dificuldade que é conseguir transporte para o envio de britas, por exemplo. Ainda segundo João Marcelo, já estão sendo providenciadas o resto do material para iniciar o conserto do muro.

Informações que chegaram, ainda não confirmadas, que o material já chegou e a qualquer momento poderá iniciar.

Foto tirada na última Reunião do Conselho de Centro.
Foto tirada na última Reunião do Conselho de Centro.

 

Foto tirada em 22 de fevereiro de 2018
Foto tirada em 22 de fevereiro de 2018

 

Foto tirada no dia 27 de março de 2018
Foto tirada no dia 27 de março de 2018

 

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.


*